Home Esportes F1 desiste de substituir GP da Rússia e fará 22 corridas em...

F1 desiste de substituir GP da Rússia e fará 22 corridas em 2022

757
0

A Fórmula 1 confirmou nesta quarta-feira que não substituirá o GP da Rússia, cancelado após a invasão do país do Leste europeu à Ucrânia em fevereiro. Com isso, a temporada 2022, já em vigência desde 20 de março, contará com 22 corridas assim como em 2021. O plano inicial era de realizar neste ano o maior calendário da história da categoria, com 23 etapas a serem concluídas em novembro.

Realizada desde 2014 no Circuito de Sochi, a etapa estava programada para 25 de setembro, iniciando uma rodada tripla que passaria por Singapura e seria finalizada com o GP do Japão em 9 de outubro.

A Fórmula 1 confirmou nesta quarta-feira que não substituirá o GP da Rússia, cancelado após a invasão do país do Leste europeu à Ucrânia em fevereiro. Com isso, a temporada 2022, já em vigência desde 20 de março, contará com 22 corridas assim como em 2021. O plano inicial era de realizar neste ano o maior calendário da história da categoria, com 23 etapas a serem concluídas em novembro.

Realizada desde 2014 no Circuito de Sochi, a etapa estava programada para 25 de setembro, iniciando uma rodada tripla que passaria por Singapura e seria finalizada com o GP do Japão em 9 de outubro.

A categoria vislumbrou, ainda, a possibilidade de organizar uma prova no Catar, que estreou no ano passado mas se ausenta em 2022 devido aos esforços do país para a Copa do Mundo de futebol, ou uma rodada dupla em Singapura, de volta à F1 após dois anos de ausência por causa da Covid.

O retorno da Fórmula 1 à Rússia é improvável, já que o conflito no Leste Europeu levou a categoria a rescindir o contrato com o GP. Com isso, os planos de mudar em 2023 a sede da etapa de Sochi para São Petesburgo, no circuito de Igora Drive, foram abandonados. O contrato duraria até 2025.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here