Home Política SP anuncia expansão do Programa de Ensino Integral para mais 778 escolas...

SP anuncia expansão do Programa de Ensino Integral para mais 778 escolas do estado em 2022

642
0

O governo de São Paulo anunciou a expansão do Programa de Ensino Integral (PEI) para mais 778 escolas do estado em 2022.

Segundo o governador João Doria (PSDB), a partir do ano que vem cerca de 1.855 escolas públicas estaduais em São Paulo terão ensino integral em 427 municípios paulistas.

A estimativa do Palácio dos Bandeirantes é que 387,3 mil novos estudantes sejam atendidos pelo programa a partir de 2022. O investimento total para a expansão será de R$ 800 milhões no ano, segundo o secretário estadual de Educação Rossieli Soares.

“Nós vamos dar um salto quântico no número de escolas em tempo integral no estado de são Paulo. É sabido que as escolas de tempo integral são transformadoras na via dos jovens, de crianças e jovens, porque permitem uma melhor Educação, uma melhor integração, um melhor campo de proteção, uma melhor alimentação e a formação daqueles que no futuro sertão profissionais, serão dirigentes de negócios, serão empreendedores”, afirmou João Doria.

Atualmente, o estado de SP conta com 1.077 escolas em tempo integral em 309 cidades, segundo a Secretaria Estadual de Educação.

De acordo com a pasta, o número de PEIs está sendo quintuplicado, em comparação a 2018, onde o programa estava presente em 364 unidades escolares do estado.
Meta nacional
De acordo com o secretário Rossieli Soares, da Educação, a expansão do programa corresponde a 25% da meta de matrículas em ensino integral do Plano Nacional de Educação (PNE) para cada estado da federação.

O crescimento da oferta de vagas no ensino integral do estado vai exigir contratação de novos professores, de acordo com o secretário.

“Nós já temos uma previsão de contratação de novos professores, não só por este projeto, mas por outros que a gente está fazendo, como o novo ensino médio, obviamente aqui também a ampliação de tempo integral, mas isso tudo dentro dos percentuais e respeitando o limite que temos. Nós hoje vamos, com essas escolas que nós temos aqui, saltar pra 25% das matrículas, que é a meta prevista no Plano Nacional de Educação e no Plano Estadual de Educação, que são 834 mil e nós vamos pra 1885 escolas das 5 mil escolas”, declarou Soares.

O destaque para esses novos lotes de escolas em tempo integral são oito cidades com mais de 50 mil habitantes: Piracicaba, Mirassol, Campo Limpo Paulista, Lorena, Avaré, Barretos, Olímpia e Fernandópolis, que passarão a oferecer o PEI em 80% das escolas, segundo o governo paulista.

Rossieli Soares afirmou que a expansão do ensino integral também vai auxiliar na reposição de conteúdo e aulas perdidas durante a pandemia pelos estudantes contemplados.

“Nós teremos em torno de R$ 800 milhões de reais de investimento pra essas escolas se tornarem tempo integral e obviamente a gente tá falando aqui de 2 modelos distintos: 1, tempo, ter mais tempo com o estudante, especialmente pós-pandemia, nós precisamos sim e precisamos investir mais. Todas as evidências apontam para resultados pedagógicos muito melhores pras escolas de tempo integral, isso no Brasil todo. Mas tem o segundo pilar, que é a formação integral do indivíduo. Quando eu aumento o tempo, eu aumento as possibilidades”, afirmou o secretário.

O anúncio foi feito no Memorial da América Latina, em um auditório cheio de professores, diretores e profissionais da educação. O governo paulista disse que o evento foi feito com segurança e protocolos sanitários e que todos os participantes estão vacinados, além de serem monitorados depois do evento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here