Home Política SP assina concessão dos parques Villa-Lobos, Candido Portinari e Água Branca ...

SP assina concessão dos parques Villa-Lobos, Candido Portinari e Água Branca por 30 anos

877
0

O governo de São Paulo assinou o contrato de concessão dos parques Villa-Lobos, Candido Portinari e Água Branca com a iniciativa privada pelos próximos 30 anos.

A empresa responsável pelos três parques será o ‘Consórcio Novos Parques Urbanos’, que deve assumir os espaços em setembro.

O consórcio será responsável pela manutenção e modernização das estruturas existentes, ampliação da oferta de serviços como alimentação, lazer e do estacionamento, além de assumir os custos operacionais, por exemplo, de limpeza e vigilância patrimonial.

Segundo o governo paulista, a previsão é que nos primeiros seis anos sejam investidos R$ 46,9 milhões, do total de R$ 61,6 milhões obrigatórios.

O governo de São Paulo assinou nesta quarta-feira (10) o contrato de concessão dos parques Villa-Lobos, Candido Portinari e Água Branca com a iniciativa privada pelos próximos 30 anos.

A empresa responsável pelos três parques será o ‘Consórcio Novos Parques Urbanos’, que deve assumir os espaços em setembro.

O consórcio será responsável pela manutenção e modernização das estruturas existentes, ampliação da oferta de serviços como alimentação, lazer e do estacionamento, além de assumir os custos operacionais, por exemplo, de limpeza e vigilância patrimonial.

Segundo o governo paulista, a previsão é que nos primeiros seis anos sejam investidos R$ 46,9 milhões, do total de R$ 61,6 milhões obrigatórios.

“As parcerias com a iniciativa privada atraem investimentos para a melhoria da infraestrutura das áreas turísticas e de lazer da população. Paralelamente, estas outorgas permitem que o Estado invista nas áreas verdes localizadas em regiões vulneráveis socialmente”, afirmou o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Fernando Chucre.

O sócio gestor do consórcio ‘Novos Parques Urbanos’, Rogério Dezembro, afirma que tem a intenção de recuperar as áreas degradadas desses parques, que sofrem com a falta de manutenção do poder público, como o caso do Villa Lobos, que tem o orquidário Ruth Cardoso praticamente abandonado desde 2019.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here