Home Política Prefeitura de SBC vai quebrar comerciantes em virtude das restrições de horário...

Prefeitura de SBC vai quebrar comerciantes em virtude das restrições de horário do comércio noturno

764
0

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, cancelou o réveillon, o carnaval, o festival de verão e a instalação da tenda de Natal da cidade.

Também foram ampliadas as restrições para funcionamento do comércio.

A partir do dia 13 de dezembro, bares, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais poderão funcionar até as 2h. Antes, não havia limitação de horário noturno. A regra também vale para festas casamentos e eventos similares.

As medidas, segundo o prefeito Orlando Morando (PSB), foram tomadas em função da confirmação de casos da variante ômicron no país.

“Não tem carnaval, e máscara é obrigatória. Todos os anos nós temos uma tenda de Natal, mas não terá a tradicional tenda de Natal porque aglomera gente. Outra notícia triste: nós já estávamos programados para ter o festival de verão, mas infelizmente não faremos o festival de verão porque não faz sentido”, disse o prefeito.

A obrigatoriedade da máscara segue válida em todo o estado. Nesta quinta, o governo de João Doria recuou na proposta de flexibilizar a medida em ambientes externos também por conta da nova variante.

Capital paulista

Nesta quinta (2), a Prefeitura de São Paulo decidiu cancelar o réveillon 2022 e manter a obrigatoriedade do uso de máscaras na cidade.

A medida foi anunciada nesta manhã pelo prefeito de SP, Ricardo Nunes (MDB), após resultado de estudo sobre a situação epidemiológica da cidade, feito pela própria gestão municipal, apontar necessidade de cautela.

Durante a coletiva, entretanto, Nunes disse que ainda não há novas definições sobre a realização do carnaval. A previsão da festa ocorrer segue mantida.

Variante ômicron

A variante ômicron – também chamada B.1.1529 – foi reportada à OMS em 24 de novembro de 2021 pela África do Sul. De acordo com OMS, a variante apresenta um “grande número de mutações”, algumas preocupantes. O primeiro caso confirmado da ômicron foi de uma amostra coletada em 9 de novembro de 2021 no país.

No Brasil, três casos foram confirmados pelo Instituto Adolfo Lutz. Todos são monitorados, apresentam sintomas leves e passam bem.

Na terça (30), autoridades sanitárias holandesas afirmaram que a variante já estava presente na Holanda no dia 19 de novembro – uma semana antes do que se acreditava e antes da OMS classificar como variante de preocupação.

A primeira imagem da variante ômicron do coronavírus revelou mais que o dobro de mutações que a da variante delta.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here