Home Política Sobe estimativas de inflação em 2023 e 2024 e passa a ver...

Sobe estimativas de inflação em 2023 e 2024 e passa a ver corte menor nos juros

536
0
CENTRAL BANK BRAZIL

Os economistas do mercado financeiro elevaram as estimativas de inflação deste ano e de 2024, e também passaram a projetar uma queda menor da taxa básica de juros, a Selic.

As informações constam do relatório “Focus”, divulgado pelo Banco Central. Foram ouvidas mais de 100 instituições financeiras na semana passada sobre as projeções para a economia.

Para este ano, a expectativa de inflação passou de 5,78% para 5,79% na nona alta seguida do indicador.

Em 2023, a meta central de inflação foi fixada em 3,25% pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e será considerada formalmente cumprida se oscilar entre 1,75% e 4,75%.

Se confirmado, esse será o terceiro ano seguido de estouro da meta de inflação, ou seja, no qual o IPCA fica acima do teto fixado pelo sistema de metas. Em 2022, a inflação somou 5,79%.

Quanto maior a inflação, menor é o poder de compra das pessoas, principalmente das que recebem salários menores. Isso, porque os preços dos produtos aumentam sem que o salário acompanhe esse crescimento.

Para 2024, a projeção de inflação do mercado financeiro subiu de 3,93% para 4% na semana passada. Foi a quarta elevação seguida da previsão.

A meta de inflação do próximo ano, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3% e será considerada cumprida se oscilar entre 1,5% e 4,5%.
Ata do Copom avalia que pacote econômico do governo federal pode reduzir risco de alta da inflação

Ata do Copom avalia que pacote econômico do governo federal pode reduzir risco de alta da inflação

Taxa de juros

Atualmente, a taxa Selic está em 13,75% ao ano. O Copom também vem sinalizando de que os juros vão se manter altos por um período mais prolongado.

O mercado financeiro elevou a expectativa para a taxa básica de juros da economia, a Selic, de 12,50% para 12,75% ao ano para o fim de 2023.
Para o fim de 2024, a projeção do mercado para o juro básico da economia subiu de 9,75% para 10% ao ano.

Com isso, o mercado financeiro segue estimando queda dos juros neste ano e em 2024, mas em menor intensidade.

Produto Interno Bruto

Para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2023, o mercado financeiro reduziu sua previsão de 0,79% para 0,76%.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. O indicador serve para medir a evolução da economia.

Já para 2024, a previsão de crescimento permaneceu estável em 1,5%.

Outras estimativas

Veja abaixo outras estimativas do mercado financeiro, segundo o BC:

Dólar: a projeção para a taxa de câmbio para o fim de 2023 permaneceu em R$ 5,25. Para o fim de 2024, continuou em R$ 5,30.
Balança comercial: para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), a projeção recuou de US$ 57,6 bilhões para US$ 57,2 bilhões de superávit em 2023. Para 2024, a expectativa para o saldo positivo subiu de US$ 53,9 bilhões para US$ 56,5 bilhões.
Investimento estrangeiro: a previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil neste ano permaneceu em US$ 80 bilhões de ingresso. Para 2024, a estimativa de ingresso continuou também em US$ 80 bilhões.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here